Resultado da Busca

Dia da Gula: por que às vezes passamos do limite quando o assunto é comida?

Sejamos sinceros: poucas coisas dão tanto prazer quanto comer. Ainda mais quando comemos nosso prato favorito, doces, e toda e qualquer iguaria que nos desperte desejo. É uma sensação boa demais. E se a gente ainda tem uma data especial que nos motiva a dar uma pausa na dieta, como o Dia da Gula, então... Mas você já parou para pensar por que isso ocorre? Será que é possível evitar essas situações?

Conheça agora as possíveis causas e maneiras de evitar a gula e manter uma vida mais saudável.

Por que temos tanto desejo de comer além do necessário?

Um dos principais fatores que fazem com que nossa alimentação seja excessiva é muitas vezes inconsciente. Tendemos a comer como um ato compensatório por conta de um desequilíbrio emocional, seja por conta de uma notícia ou dia ruim,  estresse  ou outros fatores negativos do dia a dia. Nessas situações nosso corpo reduz a produção doneurotransmissor chamado serotonina, que é responsável pela sensação de bem-estar. Assim, para voltar a ter essa  sensação,  precisamos ingerir uma grande quantidade de açúcar e muitas vezes isso acaba virando uma compulsão.

Quais são os possíveis problemas gerados por essa compulsão?

No primeiro momento, a alimentação em excesso pode levar ao ganho de peso que, por consequência, desencadeia uma série de doenças secundárias, como hipertensão, colesterol alto, etc.

"Sempre tenho vontade de atacar a geladeira, principalmente à noite"

Esse comportamento pode indicar um distúrbio ou transtorno alimentar, que é ocasionado quando há um desequilíbrio dos hormônios do bem-estar, saciedade e do sono e normalmente essas pessoas apresentam quadros de ansiedade, insônia e mau-humor. Além disso, a ingestão de alimentos durante a noite, em que nosso gasto de energia é reduzido, aumenta as chances de ganho de peso e de doenças relacionadas.

As bebidas ficam de fora da gula?

Não. O consumo exagerado de bebidas, principalmente as alcoólicas, tem efeito bastante prejudicial para o organismo. Assim como os malefícios aos órgãos que filtram os líquidos do corpo, há também o "efeito rebote", que aumenta a sensação de fome e a busca por alimentos mais gordurosos.

Como eu faço para melhorar minha saúde e evitar a gula?

Existem alguns hábitos que você pode desenvolver para ajudar a combater a gula e tornar a sua vida mais saudável. Organizar os horários da alimentação, sempre mantendo um intervalo de 3 horas entre as refeições, é um desses hábitos. Com o tempo isso acaba virando rotina e seu corpo se acostuma com essa reeducação. Além disso, comer sem pressa, incluir saladas e caprichar na apresentação de seu prato podem transformar suas refeições em momentos prazerosos que elevarão o nível de serotonina no corpo e, em consequência, a sensação de bem-estar.

Com essas dicas você já sabe o básico para evitar a gula e aproveitar todos os seus dias com equilíbrio e sentir-se bem. A reeducação alimentar é um grande passo para uma vida mais saudável e equilibrada.

Compartilhe:

Para mais informações, navegue pelas editorias ao lado.