Danos elétricos: entenda essa cobertura do seguro residencial

Você sabia que o Brasil é o país que mais sofre com quedas de raios? Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), nenhum outro país no mundo recebe tantos raios (aproximadamente 100 milhões por ano) e ainda existe um agravante: os que caem aqui são de carga positiva, geralmente mais destrutivos e perigosos.

Mas por que estamos falando disso? Porque esse fenômeno natural pode causar muitos prejuízos na rede elétrica! E não é a toa também que sofremos tanto com oscilações de energia, que podem inclusive causar danos elétricos irreparáveis em nossa casa e em nossos equipamentos. Mas como evitá-los? A palavra-chave é prevenção!

Para evitar que eletrodomésticos e eletroeletrônicos queimem, desligue os aparelhos das tomadas enquanto não estiver usando. Isso também vai ajudar a economizar energia, como já falamos aqui. Assim, no caso de chuvas com raios e oscilações de energia, você não corre o risco de perder seus aparelhos. Não se esqueça de desconectar inclusive carregadores de celular e tablet. Além disso, uma boa solução é utilizar estabilizadores de energia e no-breaks, que evitam sobrecarga e oscilação.

Agora se você já contratou seu seguro residencial e quer se prevenir de danos elétricos na sua casa e por tabela garantir a segurança da sua família, acione o serviço de Check-up Lar, que faz parte da assistência residencial. Um profissional será disponibilizado para verificar a existência de problemas que possam interferir no bom funcionamento da rede e fará reparos, se necessário.

Pronto! Fiz tudo isso. Agora nunca mais vou ter um problema elétrico na vida. :-)

A gente bem que gostaria que fosse verdade, mas sabemos que imprevistos acontecem ou que as pessoas podem ser esquecidas. Lembrou de desligar a tomada da televisão, mas deixou o microondas ligado durante uma tempestade… adivinha? A Lei de Murphy garantiu que seu microondas virasse churrasco. Mas calma, nós te ajudamos a resolver: a cobertura adicional contra danos elétricos do seguro residencial, além de amparar toda a parte elétrica da residência, garante também o reembolso no caso de eventuais danos ocorridos a aparelhos elétricos causados por curto-circuito

Basta acionar o seguro residencial, entregar a documentação solicitada e, se tudo estiver em ordem, receber seu reembolso em até 30 dias. Vale lembrar aqui a importância de manter seu cadastro e a relação dos bens segurados sempre atualizados para poder contar com a cobertura.

New Call-to-action
Compartilhe:

Para mais informações, navegue pelas editorias ao lado.