Como vender mais seguros investindo no relacionamento com os clientes?

Qual é a principal atribuição de um corretor de seguros? Vender, certo? Quase. Sabe por quê? Porque existe um fator fundamental que norteia o seu negócio: o relacionamento. Pense bem: para fechar uma venda, você precisa primeiro conquistar o cliente. Para conquistá-lo, é necessário que você estabeleça um bom relacionamento e que faça um atendimento personalizado, pois os detalhes fazem toda a diferença quando falamos em atração e retenção.

Quando falamos em retenção, já ficou claro que você deve trabalhar na relação com o cliente sempre, principalmente após a contratação do seguro. Por isso, uma de suas funções é lembrar o segurado sobre a renovação. Mas o relacionamento vai muito além. Você já conhece o perfil do seu segurado, sabe do que ele gosta e do que pode precisar, então crie uma proposta que seja a cara dele. Lembre-se que conquistar novos clientes custa entre 5 e 7 vezes mais do que fidelizar os antigos. Sem dizer que, ao fidelizá-los, é muito provável que aumente o ticket médio dos segurados que já estão com você ;)

Antes que você se desespere pensando em como conseguirá organizar as informações de toda a sua base, vamos te dar algumas dicas! Primeiro, você sabe o que é CRM? Essa é a sigla para Customer Relationship Management, que nada mais é do que a gestão do relacionamento com clientes. As ferramentas de CRM podem ser grandes aliadas, pois organizam sua carteira, centralizam a comunicação e agilizam as vendas. Se você ainda não utiliza nenhuma, alguns exemplos para você conhecer são o Agendor, Pipedrive, Salesforce e o Streak (apesar de ser em inglês, é muito prático pois conecta sua conta do Gmail à ferramenta), entre outros.

Se você sente que precisa começar com algo mais simples, não tem problema! Use planilhas de Excel e a agenda do Google com alertas programados. Assim você não esquecerá dos avisos de renovação, aniversários ou datas importantes. O fundamental não é entrar em contato com seu cliente o tempo todo, mas sim em momentos estratégicos e com propostas relevantes, como nos exemplos abaixo:

“Olá Patrícia, tudo bem? Vi em seu perfil do LinkedIn que acabou de abrir o próprio negócio. Parabéns! Já pensou em fazer também um seguro empresarial?”
“André, bom dia. Tudo bem? Chegou a hora de renovar seu seguro residencial, vamos conversar?”



Essas são apenas algumas possibilidades, mas o roteiro da conversa dependerá do perfil do cliente e da sua criatividade. Para mais dicas de como se dar bem no mundo dos seguros, acesse nosso Espaço Sompo!

New Call-to-action

 

 

Compartilhe:

Para mais informações, navegue pelas editorias ao lado.