Como fazer a manutenção da Correia Dentada

A correia dentada é uma peça fundamental para o funcionamento do motor do seu veículo. Ela é responsável pela dinâmica do comando de válvulas e o virabrequim, sincronizando a abertura e o fechamento com o sobre e desce dos pistões.

A duração da correia dentada, em média, é de 40 mil quilômetros rodados. Porém, é recomendado que a revisão da correia seja feita a cada 10 mil quilômetros. Essa peça do automóvel não emite nenhum sinal de desgaste ou rompimento, portanto, ela exige que o proprietário do veículo não descuide de sua manutenção.

Para fazer a manutenção, é necessário seguir corretamente as instruções do manual do fabricante do veículo. A revisão é extremamente necessária quando a circulação do veículo é feita em regiões de muito pó. O minério de ferro é um grande causador dos estragos nas correias dentadas. E cuidado com os óleos lubrificantes: os componentes químicos ocasionam uma aceleração na corrosão da peça.

E preste muita atenção: quando há o rompimento da correia dentada, pode ocorrer um atropelamento de válvula ou até mesmo um estrago no cilindro do motor. Isso faz com que o saldo final do prejuízo fique muito elevado! Por isso, prevenir é (muito) melhor do que remediar.

Outra peça fundamental para fazer a manutenção do seu veículo é o Pivô da Direção. Tem mais dúvidas sobre as peças do seu automóvel? Escreva para nós nos comentários!

Compartilhe:

Para mais informações, navegue pelas editorias ao lado.