Quer trocar de carro? Confira o que levar em conta

Muitas pessoas se questionam sobre a hora certa de trocar de carro, mas isso existe mesmo? Na verdade, o momento ideal varia de acordo com o modelo do automóvel, seu estado de conservação e da sua situação financeira.

Caso o modelo seja antigo, considere trocar assim que possível, uma vez que a depreciação e dificuldade para encontrar peças de reposição podem jogar o valor do carro lá embaixo. Se o veículo for muito utilizado mas estiver em bom estado, uma dica é começar a avaliar opções de troca quando o marcador estiver se aproximando dos 60 mil km. Se for um “carro de final de semana”, a troca pode esperar o final da garantia (3-4 anos).

Você pode tomar essas medidas como base, mas o maior indicativo de que um carro precisa ser trocado é quando os gastos com manutenção estiverem muito altos (se chegarem a mais de 10% do valor de venda do veículo). Para saber quanto vale o seu carro, consulte a Tabela Fipe.

Agora a parte mais importante: quanto você tem para investir em um carro novo? Lembre-se que nesse cenário de instabilidade econômica, talvez não seja uma boa hora para fazer dívidas, caso você não tenha uma reserva no banco.

Antes de bater o martelo analise sua situação financeira, peça para que um mecânico de confiança avalie seu automóvel e pesquise opções de carros novos e usados sem pressa. Nada de decisões impulsivas, hein?

Se você já fez tudo isso, encontrou o carro que queria e fez a troca, agora só falta transferir seu Seguro Auto para o novo veículo! Não corra riscos desnecessários e entre em contato com seu corretor de seguros imediatamente após a troca, a fim de transferir as coberturas do seguro para o novo veículo.

Aproveite também esse momento para revisar a sua apólice e contratar coberturas adicionais, por exemplo. O corretor também poderá te indicar aquelas que melhor atendem às suas necessidades. New Call-to-action

Compartilhe:

EMPREENDER

SAIBA COMO DEIXAR A SUA CASA FUNCIONAL À TERCEIRA IDADE